Jornal Cidade - Uruaçu-GO
COLUNAS
AGENDA POLÍTICA
SOCIAL
RELIGIÃO
SABOR DA LEITURA
SAÚDE DO CORAÇÃO
ESPAÇO ESPÍRITA
ESPECIAIS
IMAGEM...
ACONTECIMENTOS
ESTREVISTAS
ARTIGOS
URUAÇU - HISTÓRIA
SERVIÇOS
FALE CONOSCO
SEJA ASSINANTE
SEJA ANUNCIANTE
INFORMES
EVENTOS
NOSSO JORNAL
EXPEDIENTE
WEBMAIL

 

 

 
IMAGEM...
02-07-2015 19:07:53
A opinião de quem esteve na ‘Cavalgada’

O JC colheu depoimentos (e fotografou) in loco de pessoas participantes da 14ª Cavalgada de Sant’Ana – promovida dias 26 e 27 de junho, pela entidade Cavaleiros de Sant’Ana, que tem na presidência o produtor rural Thiago Garcia, um dos entrevistados –, que focam, entre outras particularidades, mensagens transmitidas pelo evento e o fato de ela abrir a 32ª Exposição Agropecuária de Uruaçu, promovida pelo Sindicato Rural de Uruaçu (SRU), cujo dirigente máximo é Weder Ribeiro.

Nos links Capa Atual (temporário) e Edições Anteriores (permanente) está postada a edição 213, contendo três páginas sobre a Cavalgada (Fotos: Márcia Cristina e Jota Marcelo). Com atualizações.

 

Thiago Garcia (esq.), presidente dos Cavaleiros de Sant’Ana,
ao discursar antes do show do pouso da Cavalgada, na fazenda Baroneza

 

Belos cenários na trilha da Cavalgada

 

Na avenida Tocantins, um acontecimento que
atrai a população – Foto: Ilda/Foto Fama

 

Comentando que a Cavalgada tem uma importância para o Município e as cidades circunvizinhas muito grande, “tanto para mostrar os valores do campo, como um valor cultural marcante”, Thiago Garcia (à esq., com o pai Jairo Garcia e o irmão Túlio Garcia), igualmente dos quadros do SRU, sublinha: “Ela envolve desde a criança até o adulto, é uma Cavalgada familiar. Neste ano estamos na 14ª. Muitos anos já! Cada vez mais aumenta o número de participantes. A cada ano fazemos mais para termos uma organização melhor e todo ano o público crescer. A gente realiza essa festa com as parcerias, inclusive com os setores político e administrativo, como foi agora com o deputado estadual Zé Antônio, o governador de Goiás, Marconi Perillo [PSDB], através da Goiás Turismo e, com os patrocinadores e, a venda dos ‘kits’. Assim temos condição de realizar essa festa, que é muito cara, difícil de realizar. Recebemos um ofício da Prefeitura de Uruaçu em fevereiro informando que não poderia dispor de recursos para ajudar. Só que quando uma ‘porta’ fecha Deus é tão perfeito, e colocamos Ele na frente, duas se abrem. Graças a Deus, abriram outras portas e, às vezes a festa fica até mais bonita. Queremos contar com todos, toda a população bonita de Uruaçu, acolhedora, que sabe participar, porque quem faz a festa é o povo. Nós só organizamos, é uma Cavalgada que se tornou de renome nacional.”

Sobre mensagens deixadas pelo evento: “Cada vez mais demonstra fatos positivos para os filhos. Muitos aqui vieram de uma população da zona rural e, hoje migraram para a cidade. E mostrar para os filhos, netos a importância do campo para a cidade, ainda mais em um ano quando a gente vê que quase tudo está com déficit – indústria, serviços -, e, o agronegócio garante superávit [na balança comercial], é algo reforçado com a Cavalgada, que apresenta ainda a importância e aquele contato com a natureza.” Por abrir a Feira Agropecuária, avalia, a Cavalgada tem “responsabilidade maior! Por fazer abertura de uma Exposição tem que ser algo bonito, uma festa popular, do povo e não só de Uruaçu, mas também de cidades circunvizinhas. Pessoas vêm de bem longe participar.”

Agradecendo mais, disse: “Pela imensidão dela, temos que contar com parceiros como eu falei anteriormente e, a ‘Dona’ Valdomira, juntamente com sua família, deu uma saída para nós. O Célio cedeu lugar para fazermos o pouso. Se não fossem essas pessoas do bem, que têm vontade e ajudam, seria impossível realizar essa festa. Temos que agradecer a todos, inclusive minha família, a diretoria dos Cavaleiros de Sant’Ana, ao presidente do Sindicato, aos prestadores de tantos serviços, públicos ou privados. Todos! É uma Cavalgada que tem um senador da República [Ronaldo Caiado, do Democratas], participando com a gente. Um senador não vem para uma Cavalgada qualquer e, temos renome, foi divulgada nacionalmente no programa ‘Globo Rural’, da Rede Globo, com mostra do cartaz. Minha gratidão ao Zé Antônio, que ‘vestiu a camisa’ nossa, veio para Uruaçu, nós apoiamos ele. Falam que deputado só vem para ‘pegar’ voto, mas o Zé Antônio mostrou o contrário: ele veio aqui, ‘tirou’ os votos e agora está provando que quer ser o deputado de Uruaçu, algo que a gente nunca teve na cidade, um deputado que apoiasse tanto Uruaçu.”

 

De Véi Chico, diretor da entidade promotora: “Antigamente tinha ‘7 de Setembro’, que era a festa de Uruaçu, disputa de colégios... Hoje acabou. Cavaleiros de Sant’Ana é o que existe de bonito em Uruaçu. Não existe outro evento mais bonito que a ‘Cavalgada’ dos Cavaleiros.” Mirando a união da diretoria e o sucesso do evento, patenteia que “o trabalho e a dedicação, o comércio, os patrocinadores não deixam de ajudar, porque a festa é muito bonita, é uma festa particular, não tem fins lucrativos por isso é uma festa boa”, relembrando: “Eu vi no escritório dos Cavaleiros de Sant’Ana vendas de ‘kits’ para crianças de cinco, seis, dez anos. É emocionante vermos famílias, pai, mãe, tia, avô, avó comprando kit para crianças que querem participar dos Cavaleiros de Sant’Ana. Por isso, falo que Cavaleiros de Sant’Ana hoje em Uruaçu não se compara a nada. Uma festa de Uruaçu hoje é Cavaleiros de Sant’Ana!” Em relação ao fato de a Cavalgada ser o pontapé da Expô, descreve: “É emocionante porque a Cavalgada, com a Pecuária’, faz um trabalho, faz jus. É uma honra abrir a Pecuária, tem tudo a ver com o homem do campo. O ‘resto da vida’ só vai abrir a Pecuária com Cavaleiros de Sant’Ana.” Na seara da gratidão, Véi Chico enfatizou que a organização tem que “agradecer demais ‘Dona’ Valdomira, porque nós chegamos na fazenda dela e perguntamos: ‘Oh! Poderíamos sair daqui?’. Ela não mediu esforços: ‘É para sair daqui mesmo!’. Foi companheira. E, o Célio da Só Colchões, sem medir esforços – ele é companheiro dos Cavaleiros de Sant’Ana, da Pecuária de Uruaçu, companheiro do comércio –, autorizou o pouso, pois é um ‘cara pedra 90’.”

 

Ao ser indagado sobre como se sente em ajudar, participar de mais uma Cavalgada, Edson Negão, membro da entidade e do Sindicato, notou: “É uma honra estar presente no pouso, em mais uma Cavalgada, na fazenda de um amigo meu, além de cliente meu. Cavalgada essa que eu presidi por quatro anos, trabalho conjunto com o doutor Ronnie [Paes Sandre], dois anos... Quer dizer: eu sou um dos fundadores, com a maioria que está aí e, depois mais dois anos meu... Os quatro primeiros anos dos Cavaleiros de Sant’Ana foi eu que conduzi. Sinto bem! É sempre uma alegria muito grande estar participando, presente! Infelizmente, por questões de trabalho eu não pude montar, mas amanhã [27 de junho] vou estar presente montado. É uma alegria, um prazer estar junto com a ‘moçada’, grandes companheiros de várias regiões, pessoal que começou com a gente 15 anos atrás e está até hoje.”

Como lição, Edson Negão enxerga que a Cavalgada transmite, entre outros opcionais, tranquilidade, alegria, harmonia, paz, “mas o intuito nosso, desde quando começamos – e hoje a gente colhe os frutos –, é a gente ver na nossa Cavalgada uma maioria, entre crianças, mulheres, homens... Isso é muito bom, tirando as crianças da rua, voltando às origens. Ficamos muito felizes, quando vemos que está existindo continuidade e as coisas estão fluindo.”

Ser a Cavalgada, a abertura: “O intuito, desde que começamos: a Cavalgada abrir a ‘Exposição’. Foi também uma coisa que ‘toda vida’ nós pensamos, mas infelizmente o Sindicato não ‘anda’ junto com setor público... Muito difícil e viemos de muitos anos! Só [‘andou’] na Administração do Lourencinho [prefeito uruaçuense no mandato 2009-2012]... O que queríamos, Cavalgada, abertura de Exposição, aniversário da cidade fechado, mas infelizmente não é sabido o que passa na cabeça dos administradores públicos. Não consegue juntar mais uma vez... Não está fluindo, uma pena!”.

 

Participando desde a edição seis da Cavalgada, Lourenço José da Silva garante ser um grande momento de estar com os amigos e fazendo novas amizades. “É interessante e eu gosto demais”, complementa.

 

Dona da fazenda Jacaré ou Lages, local da partida, Valdomira Maria de Araújo (na foto, com o neto Gabriel) disse à reportagem que estava satisfeita “por ter cedido o imóvel para ‘Cavalgada’. O evento é importante”, reunindo tantas pessoas que se integram ao meio ambiente e às causas rurais.

 

Filho de Valdomira Maria de Araújo e morador de Goiânia, o versátil Evandro Soares atendeu o JC especificando: “Primeiro, eu não tinha conhecimento de tamanha estrutura da ‘Cavalgada de Sant’Ana’. Até emociono para falar dela, pois vi uma estrutura tão grandiosa e revi tantos amigos que há tempos não via: Vany Custódio, Beto Ribeiro, Véi Chico, ‘Dona’ Nadir [Nadir Arantes Carvalho] e tantos outros. Conheci o senhor Jairo Garcia, pai do Thiago, presidente dos Cavaleiros... De forma que, para nós, foi uma alegria muito enorme, surpresa por ter tido a oportunidade de sermos escolhidos para participar aqui, nessa largada da ‘Cavalgada’. Emoção especial reviver uma coisa maravilhosa na minha cidade, minha terra e, importante, esse evento faz parte da ‘Exposição Agropecuária’, nos dias dos festejos do aniversário de Uruaçu.” Ao dar vulto para os ensinamentos da iniciativa: “É uma oportunidade ímpar e a ênfase maior de tudo é exatamente essa da confraternização, do zelo. Nós fomos informados do cuidado que eles têm, desde a limpeza, o café da manhã, que começa 5h, gente chegando, preparando, um evento grandioso que preserva, exalta muito a preocupação com meio ambiente. Realizações dessa natureza hoje em dia, quando o planeta clama por isso, é a natureza, fazem com que a gente classifique os organizadores como pessoas brilhantes.” Ele aparece, na foto, à esquerda, com o irmão Rivaldo Araújo (Nêna), a mãe e o tio Olavo Dias (popular Cumpade Mané da Hora).

 

Ozires Ribeiro Silva (2º à esq., ladeado pelos amigos Meire; doutor Rodrigo Rodolfo Fernandes, presidente da Subseção da Ordem dos Advogados – Uruaçu; e, Aladir Arantes), membro da entidade e do Sindicato Rural de Uruaçu, empresário, produto rural, organizado e humilde militante político filiado no Democratas, atentou para a realidade de que “sem dúvida nenhuma, a cada ano que passa tem surpreendido, não só nós da diretoria, mas como toda a sociedade de Uruaçu, todo o pessoal que gosta da ‘Cavalgada’, do homem do campo, que valoriza o produtor rural. Estamos na ‘14ª Cavalgada’ e cada ano que passa a festa vai ficando mais bonita.”

Apontando ser ótimo, comemora: “Ela resgata as raízes do sertanejo, do povo do campo e, podemos trazer as nossas crianças para viver com nós as horas desses dois dias e festejar esse momento brilhante, que os Cavaleiros de Sant’Ana e a Cavalgada oferecem anualmente, fazendo parte da história de Uruaçu.”

 

Médico com atuação na capital Goiânia e filho do tradicional casal Nadir Arantes Carvalho/Alarico Fernandes de Carvalho, o fino e educado Aldir Rodolfo de Carvalho (na companhia do amigo Ozires Ribeiro Silva) atendeu a reportagem no início da tarde de 26 de junho, mostrando-se orgulhoso. “Eu penso que a importância da ‘Cavalgada’ é muito grande por vários aspectos: nos últimos anos no Brasil, a Cavalgada está sendo a maior forma de confraternização e congregar pessoas, principalmente pessoas de boa índole e, o fato de ser uma festa popular e extremamente simples, acessível a todos, é que faz dela essa festa maravilhosa que temos sempre que prestigiar e, particularmente aqui em Uruaçu, pois nós somos daqui. Eu, sempre que posso, tenho vindo e, agradeço a participação de todos os ‘Cavaleiros de Sant’Ana’. A Cavalgada é o único lugar que você vê preto e branco, padre, reitor, juiz, peão, empresário, funcionário, criança, todo mundo junto, participando sem nenhuma diferença. É a festa mais popular e democrática do Brasil. Temos que apoiar sempre”, narrou.

Horas depois aconteceu um acidente com a esposa de doutor Aldir, com a mesma (que, montada, caiu após sofrer esbarrão) sendo direcionada para Goiânia, onde foi atendida sob melhor assistência e encontra-se recuperando. As informações foram prestadas por Dona Nadir ao JC.

 

Weder Ribeiro, presidente do Sindicato Rural de Uruaçu, distinguiu a Cavalgada como fator ímpar: “É uma satisfação imensa participar, porque traz a família para o campo da nossa origem (na foto, a esposa Nenilce Nascimento Ribeiro e, os filhos João Pedro Nascimento Ribeiro [esq.] e Weder Silva Ribeiro Filho). Somos da roça, da fazenda, trouxemos os meninos, é uma satisfação estar participando, temos 14 anos de atuação, a diretoria dos Cavaleiros de Sant’Ana é dedicada e sinto muito orgulhoso por isso.”

Honesto e pessoa que não abre mão de agradecer a gratidão dos parceiros, salientou: “Graças a Deus, o deputado Zé Antônio tem aberto as portas e tudo vai dar certo. Estamos no início, com a Cavalgada abrindo a ‘32ª Exposição Agropecuária de Uruaçu’. E isso, com muito trabalho, luta, muita garra, porque o momento é difícil, os patrocinadores nem sempre podem ajudar, a gente chega em um e pede, às vezes consegue ou não! Quero agradecer muito ao deputado de Uruaçu, Zé Antônio, ao ex-prefeito de Itumbiara [cidade do Sul goiano], Zé Gomes, ao governador Marconi Perillo, ao vice-governador Zé Eliton [PP], que também está empenhado nessas verbas para a ‘32ª Expo de Uruaçu’, que acontecerá com sucesso e parcerias dessas pessoas que falei. Agradecer também toda a diretoria, os meus parceiros que me ajudam também para acontecer a festa e, esperamos Uruaçu em peso lá dentro do Parque, de portão aberto. Vai pagar só um dia, ajudando cobrir despesas. Em outro dia, dois quilos de alimentos, mas para doarmos para a população carente de Uruaçu. Isso é importante, pois Uruaçu vive de pecuária, de agricultura.”

Weder registrou agradecimento ainda ao Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Goiás), que “também está nos patrocinando. É um elo muito grande o do Senar Goiás com o Sindicato Rural de Uruaçu.”

Envolvendo dificuldades causadas pelos tantos detalhes da Mostra Agropecuária, o dirigente externou ter existido muita especulação sobre não ter o evento; não vai dar conta de fazer; está sem ajuda; está sem apoio, principalmente do Município, que não apoiou... “Aí abrimos, arregaçamos as ‘mangas’ e fomos buscar parcerias, e graças a Deus, portas foram abertas e está aí uma das melhores ‘Exposições Agropecuárias de Uruaçu’. É o Sindicato Rural fazendo a festa para a população de Uruaçu, o povo de Uruaçu. É isso que nós prezamos.”

 

De Cida Sousa (centro): “Muito bom participar, porque podemos vir com a família. Já é tradição para nós. Participei outras vezes.”

Regina Aparecida: “É muito bom, com muita alegria! Ainda mais com toda a família e, é a mulher mostrando a sua participação. Esse é o terceiro ano que participo.”

Rávilla Moreira, de sete anos, informou que estava participando pela segunda vez, com a novidade de que neste 2015, cumpria o percurso montada sozinha, sem ajuda, mas sempre ladeada pela família.

 

Comerciante, ex-vereador local e decano da Cavalgada, Vany Custódio de Freitas respondeu: “É muita honra participar! Eu fico muito satisfeito de ver cada dia passando e essa Cavalgada aumentando. Luto muito para que ela continue, não por mim, porque já estou de idade, é por ver essa juventude, essas crianças marcando presença. Essa luta é resgatar a tradição de como Uruaçu nasceu. Sempre me surpreendo com essa festa”, completando: “A Cavalgada é ecológica, ensina muito os meninos, que não pode jogar lixo nas estradas e que é preciso recolher tudo, e, vendo a beleza da natureza.”

Falando sobre a direção, ressaltou que o presidente Thiago Garcia está de parabéns, da mesma forma todos os comandantes que o antecederam. “Nosso primeiro presidente foi o doutor Ronnie e, desde lá nós somos uma turma muito unida. O Thiago sempre se sai bem, ele dedica o carinho, a irmandade que nós temos. Nós, dos Cavaleiros de Sant’Ana, somos todos unidos e, nesse último ano de mandato do Thiago Garcia dou os meus parabéns de novo, pois tem lutado, é um empreendedor, é o mais jovem dos presidentes dos Cavaleiros de Sant’Ana, é um bom jovem, gente do bem.”

 

Espécie de embaixador dos eventos, Waldeir Ferreira Monteiro (Vaca) (esq.) (junto com Reinaldo [Botina]) mostrou-se realizado com tudo, justificando que a satisfação dele é muito grande no momento “que vemos a felicidade dos participantes da ‘Cavalgada’ chegarem, tudo arrumado, organizado, com comida boa, espaços todos montados. Ficamos mais de mês planejando onde colocar cada barraca, banco, cada animal, para no dia dá tudo certo, igual está dando, graças a Deus. Ocorrendo tudo bem desde o café da manhã, e, a edição 2015 com uma inovação: os participantes já deixando o ponto de saída com café da manhã e almoço, o que melhorou demais, pois nas outras edições eram 3h ou 4h da tarde e, o pessoal estava chegando ao local de almoço... Quando ia almoçar era 9h da noite, o ‘show’ ia começar mais de meia-noite. Pensando isso, juntamente com a diretoria dos Cavaleiros de Sant’Ana, através do seu presidente Thiago Garcia, nós conseguimos modificar o planejamento dos outros anos. Acredito que de agora em diante será assim, porque deu certo.”

Quanto ao que transmite a Cavalgada: “Primeiro, o amor à natureza e o cuidado com ela. Além disso, batemos muito nessa tecla: não jogar lixo. Tem gente que não participa da Cavalgada e acha que os adeptos fazem é sujar a natureza, mas é muito pelo contrário: desfrutamos dela, depois que termina, temos o cuidado com todos os cavaleiros e as amazonas, de não jogarem lixo em qualquer lugar. Mas sempre têm uns mais descuidados que os outros, e, nós saímos pegando no final da Cavalgada, recolhendo, pois não deixamos uma latinha, um volume plástico, qualquer que seja, para não atrapalhar a natureza. O principal objetivo é curtir a natureza.”

Sobre o trabalho, sublinhou que a diretoria do Sindicato Rural foi arrojada em 2015, “porque não teve apoio – não porque a Prefeitura não quisesse dar; sabemos as dificuldades do Município –, mas graças a Deus, a diretoria do Sindicato teve a parceria do deputado estadual Zé Antônio; Zé Gomes, ex-prefeito de Itumbiara [-GO]; do nosso governador Marconi Perillo e, eles conseguiram dar alguns ‘shows’. Com isso, o Sindicato oferece uma ‘Pecuária’ praticamente de portão aberto. A despesa extrapolou e é preciso toda ajuda legal. Então, o organizador que foi contratado para fazer a Pecuária, tinha que fazer essa portaria para poder cobrir custos.”

Agradecimentos: “Quero agradecer todos os que colaboram, patrocinadores que estão ajudando a Pecuária, desde aqueles que ‘foram’ no caderninho e doaram R$1mil para poder ajudar a pagar o locutor Cuiabanno Lima. O Weder foi muito feliz, vem tendo uma gestão brilhante, porque mesmo sem a ajuda da Prefeitura em 2015, repito, não porque a prefeita Solange [Bertulino, do PMDB] não quisesse, mas devido a crise mundial, ele conseguiu ‘tirar de letra’ a dificuldade, realizando uma das melhores ‘Exposições’ de todos os tempos.”

 

Impressões de Francisco Paulo da Cunha (Paulinho da Urunáutica) (dir.), com o sobrinho Pedro Henrique e a filha Paula Giovanna: “É muito bom poder participar, é importante, interagindo com todos os amigos, filho, sobrinhos, é um momento de tranquilidade, sem pensar nos problemas da vida.”

Mais: “É interessante, principalmente, também, a parte da amizade, interagir com as pessoas. No dia a dia, com correria, você não tem tempo. Agora, na ‘Cavalgada’ estamos tranquilos e interagimos com todos os amigos. A amizade é o que ‘reza’ mais forte nessa parada.”

 

Membro da entidade e irmão do presidente, Túlio Garcia (com a noiva Idê Donegá) opina que, “além de ser muito importante e um evento diferenciado”, a Cavalgada “sempre reúne muita gente, superando etapas anteriores.”

 

Mateus Pelizari (PSB), vereador por Figueirópolis, cidade da região Centro-Sul do Tocantins, às margens da BR-153, prestigiou a Cavalgada e falando ao Jornal Cidade na fazenda Baroneza, momentos antes da apresentação musical, revelou (ao lado de Thiago Garcia [meio] e Vaguim da Elo Agrícola [dir.]): “É um prazer muito grande estar aqui representando o Estado do Tocantins. Foi um convite do nosso companheiro Thiago Garcia, parceiro que eu tenho aqui, fazendeiro lá no Município de Talismã, no nosso Estado do Tocantins. É muito satisfatório chegar aqui e vê uma festa de tamanha imensidão dessa aqui, falando muito em iniciativa privada, sem apoio e ajuda do poder público municipal. Para nós, que somos do mundo político, é muito triste para nós mesmo, porque sabemos que para isso estar acontecendo precisa do incentivo. Isso não foi empecilho para o nosso grande presidente Thiago estar realizando essa festa com os demais diretores dos Cavaleiros. Eu só tenho que parabenizar o povo de Uruaçu por esta festa belíssima.”

Versando sobre a manutenção das tradições, explanou ser de suma importância. “Por exemplo: no nosso Município Figueirópolis estávamos lá participando, no mês de junho, dos festejos de São João Batista, quando temos um evento chamado ‘Corrida de Argola’. São as equipes participantes e eu – além de ser um patrocinador, sou apoiador da cultura no Município, tenho que incentivar para não acabar –, também faço parte, correndo como competidor das ‘Corridas de Argolas’. A Cavalgada é uma tradição que não vem de agora, vem de gerações e gerações e, é algo que não podemos deixar acabar. A turma está de parabéns mesmo, tem que abraçar fortemente essa luta, essa peleja, que, sabemos, não é fácil. É difícil realizar uma festa de tamanha dimensão.”

 

Alarico Fernandes Júnior (doutor Alarico Júnior) disse que “a ‘Cavalgada’ é um acontecimento importante, resgatando tradições, reunindo os amigos e familiares em um clima muito agradável. Ela vai só aumentado, com grande participação e isso mostra que estamos no caminho certo. Não é fácil realizar, envolve muito trabalho, mas a diretoria dos Cavaleiros de Sant’Ana é unida, não mede esforços e eu quero parabenizar o presidente Thiago Garcia, que tem atuado com seriedade, ele é uma pessoa responsável e conduz bem a entidade, que supera mais uma vez as expectativas, motivando e atraindo participantes de forma expressiva. Precisamos de pessoas assim, dedicadas ao que fazem.”

Destacando a união dos adeptos, comentou: “Vemos aqui várias famílias participando e isso mostra que a Cavalgada é valorizada, desde as crianças – são muitas crianças –, e os participantes sabem aproveitar todos os momentos, aqui, em meio à natureza, passando por horas inesquecíveis.”

Agradecendo, elogiou os patrocinadores e parceiros, destacando a dedicação, por exemplo, do deputado estadual Zé Antônio, “que não mediu esforços em momento algum, para ajudar, através de emenda parlamentar”, citando também o papel vital do Sindicato Rural, que trilha junto com a entidade. “O Sindicato se preocupa com a qualidade, tem uma diretoria compromissada com o trabalho, não para de trabalhar, sempre buscando oferecer o de melhor e, é isso que veremos em mais uma ‘Exposição Agropecuária’, de 25 de junho a 5 de julho e, que em 2015 apresenta bons ‘shows’ e, praticamente todos os dias com o portão aberto, sem nada cobrar. Isso é muito importante para todos nós.”

 

Vereador uruaçuense, Zorão (dir.) (do PT e, sempre abordado por amigos no evento) marcou presença na fazenda Baroneza e na avenida Tocantins. Ele expôs ao JC se tratar de evento relevante e “de tamanha envergadura, com incentivo ao turismo e à preservação do meio ambiente. Nós sabemos que Uruaçu é uma cidade com vocação para a agricultura, a pecuária e, hoje a gente vê que essa festa se tornou realidade, tradição em nossa cidade e colocando Uruaçu em evidência, envolvendo pessoas do Norte do Estado, de outras partes de Goiás e até de outros Estados. Sempre torcemos para que ocorra tudo bem.”

Manifestando apreço à Cavalgada, declarou: “O gabinete do vereador Zorão está de portas abertas para os Cavaleiros de Sant’Ana, sou sitiante, gosto do homem e da mulher do campo, que ajudam o País crescer. Eu apoio todos os eventos tradicionais existentes em nossa cidade. Em junho, temos também a ‘Festa do Caju’, as outras festas juninas, enfim, prestigiamos todas as festas tradicionais uruaçuenses. Uruaçu está de parabéns, pois conta com vários eventos e temos que sempre apoiar, de uma forma ou outra. Que possamos continuar fazendo as festas tradicionais, se Deus quiser, por vários e vários anos.”

Encerrando: “Quero desejar boa ‘Festa Agropecuária’ a todos, o Sindicato Rural está de parabéns, com toda a sua diretoria e, que as pessoas possam se divertir com qualidade. Uruaçu está fazendo aniversário, 84 anos de emancipação política e torcemos para que tudo ocorra bem nessas festividades. Que as pessoas entendam a data do aniversário da cidade, o tanto que ela é importante.”

 

Lourenço Neto, empresário que se fazia acompanhado da namorada Juliana Lemos Moreira, disse que a Cavalgada “representa forte tradição da cidade, em especial o louvor para a padroeira Senhora Sant’Ana. Em um evento em homenagem a Senhora Sant’Ana é sempre bom estar presente, prestigiando a cidade e as suas manifestações, tradições. Isso aqui é mais um marco de comemoração do aniversário da cidade, que chega aos 84 anos dia 4 de julho.”

“O evento, junto com a ‘Exposição Agropecuária’, traz muitas mensagens e, querendo ou não, ajuda Uruaçu na questão do turismo, atraindo pessoas de fora, com movimentação de recursos para a cidade, em vários ramos, como o de selaria, do agronegócio, com a pecuária, a agricultura, do entretenimento e, ampla prestação de serviços. Mostra a força de Uruaçu nesse eixo comercial. É o início da ‘Exposição’ do Sindicato, que é sinônimo de boas conquistas para a comunidade em geral, seja econômica, política, social, esportiva, cultural, educacional, entre outras”, frisou.

Valorizando a atenção do deputado estadual Zé Antônio, memorizou que em 2014, o então candidato firmou compromisso nas eleições, queria ser o representante de Uruaçu e do Norte do Estado e, foi bem votado dentro Uruaçu. “Eleito, o seu gabinete sempre esteve solícito não só a uma pessoa, mas a qualquer habitante de Uruaçu que buscar através dele apoio junto ao Governo de Goiás e ao governador Marconi Perillo. Sempre solícito também, o Marconi atendeu a emenda do Zé Antônio e, através da Goiás Turismo, realiza-se um belíssimo ‘show’, com Maiara & Maraisa aqui na Baroneza.”

Pontuando esses dias e o aniversário da cidade: “Virou tradição e, o início é com os Cavaleiros de Sant’Ana; na noite de 28 de junto, temos a também tradicional ‘Festa do Caju’, outro importante acontecimento e, continua com a Exposição Agropecuária. Não é só show, mas tem também a força do agronegócio e, que toda a população possa aproveitar, ainda mais pelo apoio que o Governo de Goiás está dando, oferecendo o quê? Portão aberto, que há três anos não tinha na cidade, apenas alguns dias e, este ano teremos todos os dias de portão aberto. Apenas um dia cobrando, para custear as despesas do Sindicato; em outro, com dois quilos de alimentos, que serão destinados para entidades assistenciais. Então, que a população aproveite esse resgate, pelo deputado Zé Antônio e, alguns amigos deputados estaduais [a exemplo de Virmondes Cruvinel {PSD}, muito bem representado na cidade por Zé Henrique, servidor municipal e pré-candidato a vereador] que também colocaram emendas, junto com ele, para que toda essa belíssima festa acontecesse.”

 

Fabiano Construtor (meio), presente na fazenda Baroneza em turma de familiares e amigos, teceu elogios para todo o simbolismo da Cavalgada, frisando que Uruaçu e o seu povo se identificam o evento.

“A organizadora, Cavaleiros de Sant’Ana, está de parabéns, com os seus diretores e, também os participantes”, expressou, rendendo homenagem ainda ao aniversário de 84 anos de Uruaçu: “Nós, que gostamos dessa cidade, torcemos e trabalhamos por ela, que está carente de muita coisa e pode, precisa melhorar.”

 

(Jota Marcelo e Márcia Cristina – JC Online)

 

Histórico
  » 12-02-2017 22:02:45 - Kate Middleton atrai todos os flashes no tapete vermelho do Bafta
  » 11-03-2016 01:03:00 - Comissão da Mulher Advogada (CMA) – Subseção de Uruaçu
  » 10-02-2016 09:02:05 - Em 2008
  » 16-01-2016 23:01:24 - SINDIURUAÇU parabeniza nova mesa diretora da Câmara e outras personalidades
  » 04-01-2016 19:01:50 - Legislativo de Uruaçu – Presidente Zorão pede para que ninguém deixe de dialogar com ele
  » 21-12-2015 00:12:03 - Mensagens de Natal
  » 15-12-2015 09:12:14 - Estruturas do IML
  » 10-10-2015 13:10:12 - Belém, empreendedor merecedor de respeito
  » 06-10-2015 20:10:30 - IML
  » 01-10-2015 20:10:01 - SINDIURUAÇU busca intercâmbios
veja o histórico completo
  Untitled Document
Enquete

Você conheceu pessoalmente alguém que tenha morrido devido ao frio ou ao calor?

   Sim
    Não

    Votar

    Parcial

Consulta entre 1º e 31 de julho/2018
Google
Google