Jornal Cidade - Uruaçu-GO
COLUNAS
AGENDA POLÍTICA
SOCIAL
RELIGIÃO
SABOR DA LEITURA
SAÚDE DO CORAÇÃO
ESPAÇO ESPÍRITA
ESPECIAIS
IMAGEM...
ACONTECIMENTOS
ESTREVISTAS
ARTIGOS
URUAÇU - HISTÓRIA
SERVIÇOS
FALE CONOSCO
SEJA ASSINANTE
SEJA ANUNCIANTE
INFORMES
EVENTOS
NOSSO JORNAL
EXPEDIENTE
WEBMAIL

 

 

 
ARTIGOS
09-11-2017 20:11:19
‘EDITORIAL’ - Edição 269 (1º a 15/11/2017) – "Pequi... ‘Piqui’, para o povão"

Outro amarelo famoso, diferente do ouro, faz sucesso nas mesas.

‘O pequi, fruto do pequizeiro, é nativo do cerrado brasileiro. É muito utilizado na culinária da região Nordeste, Centro-Oeste e norte de Minas Gerais. De sabor marcante e peculiar, o pequi é consumido cozido, puro ou misturado com arroz, frango. Da polpa pode se extrair também o azeite de pequi, um óleo usado para condimento e na fabricação de licores. Na língua indígena, pequi significa casca espinhenta.’. – ARAGUAIA, Mariana. Pequi; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/frutas/pequi.htm>. Acesso em 08/11/2017

‘Fruto nativo do Cerrado, o Pequi está presente na vegetação de quase todas as regiões do País. O que pouca gente sabe é que, dependendo da sua origem, ele pode apresentar diferenças nutricionais. Pesquisa realizada pela Universidade Federal de Goiás (UFG) analisou pequis dos estados de Tocantins, Goiás, Mato Grosso e Minas Gerais e concluiu que o fruto coletado no Tocantins é o menos calórico e o que contém mais cálcio. Já os pequis coletados no norte de Minas Gerais e oeste de Mato Grosso apresentam polpa mais gordurosa.’. – Assessoria de Comunicação UFG - Reportagem Pesquisa da UFG constata que pequi do Tocantins é menos calórico, deste ano, da Universidade Federal de Goiás

‘Fica no pé duma serra, e pra quem tá no Formoso, fica pro lado do nascente. É muita terra, pra mais de oitenta alqueire, tudin desocupada, com muita mata virge, muita madeira de lei, cerradão de terra vermeia, cheio de pequi e sicupira e, bem no meio da gleba tem uma vereda de buriti bonita demais da conta.’. – Doutor Mariano Peres (escritor, poeta, advogado uruaçuense, no livro De lenhador a prefeito: A brilhante trajetória de Sansão)

‘Numa tarde de calor intenso como sempre ocorre na região Norte de Goiás, Nania e Santinha saíram para a casa que ele comprara. Levaram algumas sementes de frutas para plantar no quintal, mudas de flores para o terreiro da sala. Caminhando por uma estrada de carroça que serpenteava pelo cerrado à sombra de pés de pequi, cagaiteiras, mangaba, jatobá e até um frondoso cedro que crescera ali no cerrado, não se sabe por que milagre, já que aquela é uma planta típica de terra de mata.’. – Doutor Mariano Peres (escritor, poeta, advogado uruaçuense, no livro O Jogador)

‘Na minha opinião, deixar de chamar o dono da Fazenda de Fazendeiro e passar a chamar a Fazenda de Empresa de Agronegócio é, também, uma maneira de fugir da responsabilidade para com o meio ambiente e futuras gerações, pois o Fazendeiro morava na fazenda, passava o dia na lida junto com os peões, tirando o leite, cultivando o arroz, o feijão, a mandioca, o milho, catando o pequi, o araticum, o jatobá, o baru, apartando o gadinho, alimentado os porcos no mangueiro, indo prá beira do rio dar uma pescadinha, trazer um piau pro jantar e proseando com os vizinhos. E é uma maneira de nos deixar ressabiado com as andanças das coisas.’. – Alan Kardec Alves de Oliveira (Professor Alan) (no artigo ...o dia da Árvore é todo dia?! ...ou não?...então que dia é?)

‘Entre as flores do Pequi e as árvores de Buritis, um observador atento pode presenciar o vai e vem de aves de todos os tamanhos, cantos e cores. Direcionado a esse universo, um projeto de pesquisa da Universidade Federal de Goiás (UFG) mapeou 271 espécies de aves do Cerrado encontradas em 17 fragmentos florestais espalhados pelas regiões sul, central, leste e noroeste de Goiás. Uma delas foi registrada pela primeira vez no território goiano.’. – Assessoria de Comunicação UFG - Reportagem Pesquisadores da UFG mapeiam 271 aves no Cerrado, deste ano, da Universidade Federal de Goiás

Histórico
  » 01-05-2018 06:05:01 - Você não precisa adoecer!
  » 26-04-2018 09:04:01 - Vocábulo DENEGRIR
  » 16-04-2018 13:04:33 - Antecipar e se precaver x qualidade no atendimento
  » 09-03-2018 09:03:11 - No dia 8 de março não quero flores, quero igualdade!
  » 08-02-2018 13:02:08 - ‘EDITORIAL’ - Edição 273 (1º a 15/01/2018) – ‘Festa carnavalesca de Uruaçu/2018’
  » 01-01-2018 10:01:03 - Temer posa de reformista para desviar atenção de governo fisiologista, diz Caiado na ‘Folha’
  » 03-12-2017 12:12:20 - Luta pela inclusão
  » 17-11-2017 00:11:11 - ‘EDITORIAL’ - Edição 270 (16 a 30/11/2017) – “Projeto ‘Natal Luz’ (Valmir Pedro) e d. Fernando Mason”
  » 09-11-2017 20:11:19 - ‘EDITORIAL’ - Edição 269 (1º a 15/11/2017) – "Pequi... ‘Piqui’, para o povão"
  » 08-10-2017 21:10:31 - Reforma Trabalhista: quais os pontos positivos para o trabalhador?
veja o histórico completo
  Untitled Document
Enquete

Você conheceu pessoalmente alguém que tenha morrido devido ao frio ou ao calor?

   Sim
    Não

    Votar

    Parcial

Consulta entre 1º e 31 de julho/2018
Google
Google